Alexandre Brazão

Concluiu o curso de Assistente de Arqueólogo na Escola Profissional de Arqueologia (Freixo, Marco de Canaveses), em fevereiro de 2003 com a Prova de Aptidão Profissional, sob o tema, “Arqueologia na Ilha do Porto Santo – Património Terrestre e Subaquático” Concluiu o curso de Especialização Tecnológica (CET) em Operador Marítimo Turístico (OPMAR), no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores (Horta, Faial, Açores), em março de 2013.

Participação em escavações arqueológicas

Cidade Romana de Tongobriga (Freixo, Marco de Canaveses); Dir.: Doutor Lino Augusto Tavares Dias; setembro/outubro de 1997

Cidade Romana de Tongobriga (Freixo, Marco de Canaveses); Dir.: Doutor Lino Augusto Tavares Dias; abril de 1998

Ilha do Castelo (Cinfães); Dir.: Dr. António Manuel Lima; julho de 1998

Ria de Aveiro A             (Aveiro); Dir.: Dr. Francisco Alves; julho de 1998

Cidade Romana de Tongobriga (Freixo, Marco de Canaveses); Dir.: Doutor Lino Augusto Tavares Dias; julho de 1998

Cidade Romana de Tongobriga (Freixo, Marco de Canaveses); Dir.: Doutor Lino Augusto Tavares Dias; fevereiro de 1999

Vila das Almoínhas (Loures); Dir.: Dra. Ana Cristina Oliveira; abril de 1999

Cidade Romana de Tongobriga (Freixo, Marco de Canaveses); Dir.: Doutor Lino Augusto Tavares Dias; setembro de 1999

Casa Museu Cristóvão Colombo (Porto Santo, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; abril e junho de 2004

Junta de Freguesia de Machico (Machico, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; fevereiro a outubro de 2004

Forte de São José da Pontinha (Funchal); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2005 / 2007

Junta de Freguesia de Machico (Machico, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2006 / 2007

Forno de Cal de São Vicente (São Vicente, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2005/2006

Santa Casa Da Misericórdia (Santa Cruz, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2005

Casa da Porta Manuelina (Machico, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2006

Forte de S. João Baptista (Santa Maria, Açores); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; 2007/2008

PIAS – Estudo, valorização e Monitorização dos Sítios Arqueológicos Angra A, Angra B, Angra E e Angra F e Navio Angra D (Terceira, Açores); Dir.: Mestre José António Bettencourt; 2008/2012

Vistoria à Fortaleza do Pico (Funchal, Madeira); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; maio 2012

Escavação do Forno de Olaria da Rua dos Oleiros (Santa Maria, Açores); Dir.: Mestre Élvio Duarte Martins Sousa; junho 2013

Um navio para o Atlântico, estudo da vida a bordo (Terceira, Açores); Dir.: Mestre José António Bettencourt; agosto 2013

ProFun – Análise prévia do potencial arqueológico subaquático da Baía do Funchal (Funchal, Madeira); Dir.: Mestre José António Bettencourt; agosto 2013

Produção Intelectual recente

Sítios de Interesse Arqueológico da Ilha do Porto Santo. Revista de Arqueologia e Património Cultural do Arquipélago da Madeira (Ilharq) n.º2 – Ano 2002, pág. 49

A Madeira, o Mar e a Arqueologia. Revista de Arqueologia e Património Cultural do Arquipélago da Madeira (Ilharq) n.º4 – Ano 2004, pág. 25

Haverá Arqueologia Subaquática na Madeira? Boletim Informativo 2004, Pág. 7 – Associação de Arqueologia e Defesa do Património da Madeira (ARCHAIS)

Mesa-Redonda “A Cerâmica do Açúcar”. Boletim Informativo 2005, Pág. 6 – Associação de Arqueologia e Defesa do Património da Madeira (ARCHAIS)

Giro do Património do Monte – Roteiro Juvenil – Associação de Arqueologia e Defesa do Património da Madeira (ARCHAIS)

O Aprendiz de Arqueólogo – A Lenda de Machim – Jogo interativo. Grupo Informal de Jovens Defensores do Património e Centro de estudos de Arqueologia Moderna e Contemporânea (CEAM), julho de 2005

Entrevista com Carlos Mello Bento. AMC – Arqueologia Moderna e Contemporânea, nº1, 2010 pág. 71 Centro de estudos de Arqueologia Moderna e Contemporânea (CEAM)

Histórias que vêm do Mar. Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura / Direção regional da Cultura / Museu de Angra do Heroísmo (MAH); Observatório do Mar dos Açores (OMA); Centro de História de Além Mar (CHAM) | Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa | Universidade dos Açores. Junho de 2013.

Ana Mendonça

Concluiu a Licenciatura em Arqueologia em 2016 e o Mestrado em Arqueologia em 2019, com a dissertação intitulada “Urbanismo e Arquitetura de Braga (séculos I a XV). Análise evolutiva da zona arqueológica da Escola Velha da Sé/Frei Caetano Brandão nº 166/168”, pela Universidade do Minho. Participou na campanha arqueológica no Sítio Arqueológico de Alcácer Ceguer em 2017 e 2019, no âmbito do Projeto – Espaços e vivências do período português no Norte de África: cidades e vilas do “Algarve de Além-Mar” (séculos XV a XVII) – e na campanha arqueológica em Ceuta, Llano de las Damas. Atualmente é Arqueóloga no CEAM – Centro de Estudos de Arqueologia Moderna e Contemporânea e tem dirigido intervenções arqueológicas, em contexto urbano, no Funchal.

Participação em escavações arqueológicas

2020/03 – 2020/09: Direção Científica dos trabalhos de escavação de sondagens e acompanhamento arqueológico nas obras de Beneficiação do Convento de Santa Clara, Funchal (período Moderno/Contemporâneo);

2020/02 – 2020/03: Direção Científica dos trabalhos de escavação de sondagens e acompanhamento arqueológico no Largo do Pelourinho nº 12-18, Funchal (período Moderno/Contemporâneo);

2019/09 – 2020/01: Direção Científica dos trabalhos de escavação de sondagens e acompanhamento arqueológico na Rua de Santa Maria e Largo da Feira nº 1-5 (período Moderno e Contemporâneo);

2019/11 – 2019/12: Direção Científica dos trabalhos de escavação de sondagens e acompanhamento arqueológico na Rua da Conceição nº 11-13, Funchal (período Moderno/Contemporâneo);

2019/08 – 2019/12: Direção Científica dos trabalhos de escavação de sondagens e acompanhamento arqueológico na Rua da Carreira nº 54 a 60, Funchal (período Moderno/Contemporâneo);

2019/07/08 – 2019/07/20: Participação na campanha arqueológica em Ceuta, no sítio arqueológico Llano delas Damas (coordenação Doutor André Teixeira e Doutor Fernando Villada Paredes) – período Romano e final da Idade Média, pela Universidade Nova de Lisboa – FCSH;

2017/06 – 2019/06: Participação nas campanhas de escavação arqueológica no Sítio Arqueológico de Alcácer Ceguer, Marrocos, dirigidas pelos Doutores Abdelatif El-Boudjay e André Teixeira, pela Universidade do Minho;

2017/07/06 – 2017/07/28: Escavação arqueológica no “Teatro Romano de Bracara Augusta”, coordenada pelos Doutores Jorge Ribeiro e Fernanda Magalhães. Intervenção num contexto arqueológico do século IV (Antiguidade Tardia);

2016/07/05 -2016/07/29: Escavação no sítio arqueológico de Citânia de Briteiros (Idade do Ferro e Período Romano), no âmbito do Estágio Curricular III (coordenado pelo arqueólogo Dr. Gonçalo Cruz);

2015/07/06 – 2015/07/30: Escavação arqueológica no âmbito do projeto “Estudo e Valorização do Castelo dos Mouros, Vilarinho dos Galegos”, em Mogadouro (Estágio Curricular II, coordenado pelo arqueólogo Dr. António Dinis);

2013 – 2014: Escavação arqueológica no “Teatro Romano de Bracara Augusta”, no âmbito do Estágio Curricular I (coordenado pela Doutora Fernanda Magalhães, Doutor Jorge Ribeiro e pela Doutora Cristina Braga).

Produção Intelectual recente

Brazão, A.; Mendonça, A. (2020). “O Prompt ou Pronto – O naufrágio de uma memória” in Revista da Marinha nº1013, Ed. Náutica Nacional, Lisboa, pp. 70 – 71;

Brazão, A.; Mendonça, A. Bettencourt, J.; Carvalho, P.; Silva, T.; Amorim, J. Pinto, M.; Chouzenoux, C.; Fonseca, C. Coelho, I. (2020). “Retrospetiva da Arqueologia na Região Autónoma da Madeira. A Arqueologia do meio aquático na Madeira”, DRC Açores